Índice

MASSOTERAPIA - Opção Profissional para Deficientes Visuais

A AMOR - Associação de Massagem Oriental do Brasil, vem desenvolvendo desde o ano de 1987 um trabalho de treinamento na formação de deficientes visuais em massoterapia.

O trabalho que teve como inicio a simples inclusão de deficientes visuais "DEVIS", já no começo dos anos 80, m turmas regulares, foi aprimorado em 87 com turmas espaciais exclusivas para os Devis em parceria com instituição de apoio aos deficientes, e posteriormente assumido como tarefa primordial da AMOR.

Os primeiros anos deste trabalho serviram como árdua proposta de aprendizado no trato com os DEVIS, uma vez que se trata de grande diferença a simples inclusão de um ou dos devis em turma regular, onde os demais alunos auxiliam na integração e os instrutores apenas dedicam uma atenção extra para aqueles alunos deficientes visuais e a turma composta de DEVIS, onde os instrutores necessitam de classe que possibilitem a transmissão do conteúdo de aula quase que individual para cada aluno.

Pudemos constatar logo de inicio que os nossos alunos das turmas exclusivas eram pessoa que quando já possuíam trabalho de habilitação (aqueles que nasceram deficientes) ou de reabilitação (aqueles que perderam a visão), no sentido de locomoção própria, seja com uso de bengala, ou quando a deficiência não era de 100%, com os recursos próprios adaptavam-se às suas atividades com facilidade, mas que o TATO FINO para a massagem não era tema desenvolvido pela maioria.

Foi recebida também uma grande inibição quanto seus próprios corpos e com os de outra pessoa, e em alguns casos uma dificuldade de integração social, possivelmente decorrente da "proteção excessiva" dos familiares no convívio com outras pessoas.

Hoje temos como método o treinamento em turma exclusiva para "DEVIS", durante o primeiro ano de formação, e em seguida desmembramos esta turma espalhando-os aos pares pela turmas regulares com o objetivo de integra-los a realidade social ao longo do segundo ano da formação.

Foram constatadas que as dificuldades como inibição ao toque, constrangimento de ordem social, falta de noção quanto às reações corporais ao toque e falta de conhecimento do próprio corpo eram comuns a todos os alunos do curso nos primeiros meses.

Mas estamos certos que vencidas as principais dificuldades dessa natureza alguns se destacam pela destreza no uso do toque que para um DEVIS pode se constituir num substituto para a visão, e no prazer da percepção que ele se torna capaz de auxiliar as demais pessoas, quando ate então ele se sentia como necessitado de auxilio.

Como beneficio para a integração do deficiente visual em nossa sociedade temos a massoterapia como grande opção a outras atividades como o trabalho em câmaras escuras ou, mais recentemente a informática, ambas as atividades nobres, pirem que não permitem o convívio humano com tal qualidade como massoterapia.

Trabalhando com outras pessoas através do toque, prestando auxilio, temos percebido um grande crescimento social e emocional que culmina no descobrimento de seus próprios corpos, numa abertura gradual de possibilidades de ampla integração do deficiente visual em nossa sociedade.

Fonte:


Índice

Fale Conosco! Por favor, preencha todos os campos.
 
 

SINATEN - Sindicato Nacional dos Terapeutas Naturistas

Rua Dr. Neto de Araújo, 397A - Cj.1A - Vila Mariana - CEP 04111-001 - São Paulo - SP - Fone/Fax: (11) 5575 5431
E-mail: sinaten@sinaten.com.br


Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, null given in /home/sinatenadm/public_html/paginas/artigos/ler_artigo.php on line 124